Subscreva a Newsletter da Igreja Lusitana
.

Ezequiel 34:11-24 / Salmo 100 / Efésio 1:15-23 / Mateus 25:31-46

Leituras Verdes
22 Novembro 2020
Catarina Sá Couto
Missionária Leiga – Igreja Lusitana 

Direita! Esquerda! Ovelhas e um Pastor que as divide. Este é o fundo que obtemos nas leituras de hoje. Em Ezequiel, separam-se as ovelhas fracas das fortes, em Mateus separam-se as ovelhas dos bodes, mas para estas e no Salmo 100, um Pastor que existe ou será enviado cuidará diretamente das ovelhas.
Ovelha e pastor...
Já repararam que na Bíblia há muitas citações sobre animais?
Cobras, burros, leões, gafanhotos, pombas, escorpiões, peixes grandes, sapos, gazelas, ursos, cavalos e - também - ovelhas.
 
Um dia estive na Terceira, uma ilha dos Açores, Portugal, com um casal amigo meu. Ele era dono de ovelhas e convidou-me para acompanhá-lo na rotina diária do rebanho.
Nunca tinha tido a oportunidade de estar tão perto de ovelhas. Observando-as de perto e perto delas, percebi que elas podem facilmente se distrairem com qualquer coisa, mas ficam de olho em tudo. Mesmo quando estão a comer e nós estamos por perto; se nos mexermos, elas param de comer e olham logo para nós. Podemos dizer que estão sempre com atenção a tudo. Começo a pensar … com tantos animais, por que é que Jesus nos comparou, a nós seu povo, com ovelhas?
Tivemos que substituir uma cerca para que as ovelhas não se perdessem ou fugissem para o campo. Para isso, as ovelhas tiveram que ser transferidas para o local onde o campo já tinha uma cerca forte. O meu amigo pediu-se para ser eu a transferi-las. As ovelhas iam na minha frente e comecei a deslocar-me na sua direção para que elas fossem para a frente. Porém, quando comecei a me mover, eles começaram, e elas começaram a dispersar em todas as direções. Sentindo-me muito incompetente, comecei a dizer “não não não” e caminhei para os lados tentando convencê-las a voltarem para o rebanho novamente, mas mesmo assim continuaram em todas as direções, e de repente todo o rebanho estava disperso. Quer as minhas palavras quer o ter-me deslocado para as juntar, apenas resultaram no oposto do planeado.
O meu amigo acabou por dizer "Uaei!" e apontou para onde ele queria que elas fossem, e elas rapidamente foram exatamente para o lugar certo. Parecia fácil, mas não funcionou comigo...
Portanto, pude reconhecer uma característica principal nas ovelhas: são seguidoras por natureza, seguem e precisam de seguir.
 
Como podem perceber, quando o meu amigo as chamou, elas seguiram e reconheceram a voz do seu pastor, exatamente como Jesus também falou sobre nós. No entanto, não é apenas o pastor que as ovelhas seguem, elas também podem-se seguir continuamente umas às outras. Isso é verdade; Convido-vos a pesquisar vídeos onde possam ver, por exemplo, carros que não se podem mover porque as ovelhas correm sem parar, bloqueando-os. Isso acontece porque elas se estão a seguir umas às outras e a que está diante delas, andando em círculos sem parar. Infelizmente, quando não reconhecemos a voz de Deus, isto acontece connosco também.
Como ovelhas, temos a necessidade de seguir.
 
Dividido...
Nas leituras de hoje, também temos a divisão do rebanho pelo pastor, que é Deus.
Em Ezequiel a divisão acontece entre as que são gordas e fortes - que serão destruídas - e as que são fracas, enfermas e com necessidade de quem cuide delas; em Mateus, a divisão é entre as ovelhas que obedeciam à vontade de Deus e os bodes que não obedeciam à Sua vontade.
Se olharmos para o mundo, onde estão as ovelhas gordas e fortes, e onde estão as enfermas? Lendo esta Lição das Escrituras, automaticamente pensei no hemisfério norte e sul: as ovelhas que são gordas, fortes (no norte global) e as ovelhas que estão doentes, fracas (no sul global).
A estatística do WWF diz-nos que o hemisfério norte, com apenas ⅕da população mundial, consome 70% da energia, 75% dos metais e 85% da produção mundial de madeira. Muitos produtos consumidos são produzidos no hemisfério sul, poluindo os seus países e reduzindo a qualidade de vida da sua população.
Acredito que os versículos 18 a 22 são uma mensagem direta de Deus para nós agora, e por isso podemos notar a diferença entre o hemisfério norte e o sul:
“Alguns de vocês comem a relva mais verde e pisam o que sobrou quando terminam. Outros bebem água limpa e então entram na água para tornar o resto lamacento. Isso significa que minhas outras ovelhas não têm nada para comer ou beber. Portanto, eu, o Senhor Deus, separarei as ovelhas fortes, das fracas. No entanto, vou resgatá-las e não vou deixar que sejam maltratados. Vou separar o que é bom do que o que é mau. ”
Então, neste cenário, onde podemos encontrar a voz de Deus? O que é seguir uns atrás dos outros?
A voz de Deus é clara:
“Fiquei doente e vós cuidastes de mim, tive fome e sede e alimentaram-me, fiquei nu e vestistes-me”.
Como nos seguimos uns aos outros?
Quando fazemos o que as pessoas ao nosso redor fazem, continuando só porque sempre fizemos isso.
No nosso mundo as pessoas que cuidam dessas ovelha frágeis, sendo desperdício zero, vegans, comprando em segunda mão e não fazendo compras precipitadas só porque sim, comprando nos mercados locais a pouca distancia das suas casas porque sim, são as pessoas vistas como: radicais, hippies ou extremistas.
Porém, Jesus, contra todas as probabilidades, no evangelho de hoje, dá uma resposta: serás salvo porque “Eu estava doente e tu cuidaste de mim, eu estava com fome e com sede e tu alimentaste-me, eu estava nu e tu vestiste-me. "Quando é que tu estavas doente e eu cuidei de ti?", talvez pergunte o vegan: “Sempre que fizeste assim por qualquer um do meu povo, não importa o quão sem importância eles pareciam (...) ” como o hemisfério sul para muitas pessoas e países, “(...) assim o fizeste por mim". Portanto, ele fez, e eles o fizeram, com seu estilo de vida e escolhas diárias. Conservando recursos, e e assim dando, nesta globalização, alimentos e água aos necessitados. Consumir menos carne, economizar água, fazer menos emissões de carbono com transporte ou energia, isso pode salvar pessoas.
Como ovelhas, quando é que nos seguimos uns aos outros?
Penso que quando não mudarmos nossos hábitos porque é normal ser assim, outras ovelhas fazem o mesmo, usando o automóvel, geralmente sozinhas, por apenas alguns metros de nossa casa, em vez de usar o transporte público; desperdiçando comida comprando mais do que precisamos ou iremos comer; consumindo e desperdiçando por um conforto exagerado - quase querendo alcançar condições de vida perfeitas.
Quando fazemos isso, não estamos vendo as necessidades de carência no Hemisfério Sul e, portanto, não ouvimos a voz de Deus.
Então, o que acontecerá com as ovelhas gordas? Os bodes? Jesus também é claro...
Tudo parece difícil, neste mundo capitalista, fácil, confortável, e rápido neste hemisfério norte em que vivemos. Porém, exatamente aí, há pessoas que nos mostram que é possível mudar, que é possível viver com menos, sem destruição, sem lixo, sem desperdícios.
Seja como for, sendo mais “verdes” ou não, a primeira coisa é olharmos para o povo dessas opções e deixar de vê-lo como “defeituoso” mas gente que, a cada dia, faz a diferença na vida das carências do sul global. O ar não tem fronteiras, então todas emissões de carbono vão para todos; a água flui para todos os países e continentes, então a água que desperdiçamos no nosso país tem consequências em todos os países, especialmente aqueles que têm menos água, mais aquecimento e mais seca. É aqui que estão as ovelhas doentes, as ovelhas com sede e as ovelhas famintas. Portanto, como seguidores de Deus nas escrituras de hoje, esses são os que devemos cuidar.
O que podemos fazer?
- Leve ao mercado um saco de pano para não produzir mais lixo, nas indústrias evite o corte de árvores, no caso do papel.
- Não coma carne todos os dias e em todas as refeições ou pelo menos deixe de comprar carne ou produtos da indústria da carne.
- Compre comida local ou cultive a sua própria comida - ervas, tomate, pimenta...
- Não faça impressões em papel se houver alternativa ou não souber se será utilizada.
- Não beba água engarrafada mas, se for potável, beba da rede pública.
E tantos outros conselhos que podem procurar nas campanhas “Green Anglicans” ou na “Environmental Anglican Network” com conselhos para o tempo da Quaresma, “A Temporada da Criação”, ou outros recursos.
Só posso deixar convosco as palavras de São Paulo da leitura de hoje:
“Peço ao glorioso Pai e Deus de nosso Senhor Jesus Cristo que vos dê o seu Espírito. O Espírito vos tornará sábios e permitirá que entendam o que significa conhecer a Deus. A minha oração é que a luz inunde os vossos corações e assim compreendam a esperança que vos é dada quando Deus vos escolheu. Então cada um de vós descobrirá as bênçãos gloriosas que serão as vossas junto com todo o povo de Deus. ” - Efésios 1, 17-18
 
Como ovelhas, não nos moveremos se não ouvirmos a voz do Pastor, e se não nos movermos podemo-nos perder do Pastor e fazer com que outras ovelhas também se percam, ou impedindo que elas se sigam umas às outras, e então, podemos andar em círculos para sempre. Para deter o crescimento das Mudanças Climáticas, como dizia a leitura, e assim chegar à colina verde segura, temos que nos deixar ser guiados pelo Bom Pastor. Além disso, ele apenas nos pede que nos amemos uns aos outros como a nós mesmos.
Com este foco, podemos fazer tudo pela criação.
Faça a diferença a partir de hoje, cuide das necessidades, proteja o Sul Global e mude para que os seus hábitos sejam mais verdes.
 
Aqui está a voz do pastor para nossa vida diária.
 
Catarina Sá Couto

Missionária Leiga – Igreja Lusitana

Link:Sustainable Preaching

Igreja Lusitana Católica Apostólica Evangélica - Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.