Subscreva a Newsletter da Igreja Lusitana
.

Segurança de crianças, jovens e adultos vulneráveis na Igreja

Novas diretrizes para salvaguardar a segurança de todas as pessoas, especialmente crianças, jovens e adultos vulneráveis nas Igrejas Anglicanas foram aprovadas pelo Conselho Consultivo Anglicano (ACC 17) que está a decorrer em Hong Kong.

Garth Blake que lidera a Comissão da Igreja Segura referiu que «é um valor central do Evangelho que as nossas Igrejas sejam seguras» referindo que «devemos assegurar que cada uma das nossas Igrejas é um lugar seguro para todos, especialmente as crianças, jovens e adultos vulneráveis».

A importância deste trabalho foi sublinhada pelo Arcebispo de Cantuária sublinhando que «um dos aspetos de estarmos em Comunhão é o facto de que aprendemos não só com os sucessos dos outros, mas também com os seus falhanços e vergonhas».

O Conselho Consultivo Anglicano solicita que todas as Igrejas Anglicanas adotem a nova Carta para uma Igreja Segura e implementem o respetivo protocolo e diretrizes.

As directrizes fornecem meios práticos para que as províncias possam, quer prevenir a ocorrência de abusos pelos obreiros da igreja, como dar resposta àqueles que já sofreram abusos, através da implementação de um Código para a Segurança das pessoas dentro das Igrejas da Comunhão Anglicana, ede um Protocolo para a divulgação de informação sobre a aptidão para o Ministério entre as Igrejas da Comunhão Anglicana.

A Igreja Lusitana irá trabalhar estas recomendações na reunião da sua Comissão Permanente de 10 e 11 do corrente a ter lugar em Vila Nova de Gaia

VIDEO:  Diretrizes da Comissão da Igreja Segura da Comunhão Anglicana

.

(Traduzido e adaptado do ACNS de 4 Maio 2019 pelo Departamento Comunicação da Igreja Lusitana)

Igreja Lusitana Católica Apostólica Evangélica - Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.